Buscar

Você já validou a sua ideia?




Talvez esta pergunta possa parecer desnecessária, mas a grande maioria das ideias são desenvolvidas sem o feedback da pessoa mais importante: o consumidor.

Seja empreendedor de primeira viagem ou empreendedor em série, o passo inicial para qualquer negócio é saber se sua ideia faz sentido para o mercado consumidor.

Neste post vamos passar de forma bem simples os passos que o empreendedor precisa passar para validar se sua “grande ideia” faz sentido para quem vai consumir.

Qual a importância de validar a sua ideia?


Ao fazer a validação você pode obter as primeiras respostas sobre o negócio que quer desenvolver e tomar 1 das 2 decisões abaixo:


1 → Desistir da ideia: Sim é importante desistir de uma ideia caso ela não tenha atratividade aos olhos do consumidor. Muitas vezes soluções são pensadas antes dos problemas que elas resolvem. Então, caso o mercado não perceba valor no produto ou serviço, é hora de desapeg

ar.


2 → Dar vida à ideia: Após a validação é possível ter mais certeza de quais são as modificações necessárias para gerar mais valor ao consumidor. Raras são as vezes que as ideias são confirmadas em total adequação às necessidades dos consumidores, ou seja, o normal é ter erro e consertá-los.


Como posso validar a sua ideia hoje?


* Validação com Triple F (Triplo F)


A expressão “Triple F” vem do inglês e quer dizer “Friends, Family and Fools”.

Esse tipo de validação é muito recomendada para a primeira fase de validação de ideias e pode também ser utilizada para impulsionar a disseminação da validação para outras pessoas de forma mais rápida.


Esse tipo de validação pode ser feita através de pesquisa ou até mesmo de testes beta, utilizando esse primeiro círculo de relacionamento social para o teste do produto ou serviço.

Por exemplo: Imagine que você é contador e teve a ideia de construir uma startup de contabilidade, que tem como principais vantagens a velocidade e o preço baixo. Para validar essa ideia você pode seguir dois caminhos:


Caminho 1: Criar uma pesquisa com o intuito de identificar todos os problemas e desejos das pessoas que utilizam esse tipo de serviço. Também através dessa pesquisa identificar todas atividades relacionadas à contabilidade para a partir daí captar insights dos resultados da pesquisa. Munido destas informações você tem mais substrato para decidir se vai se aventurar nesse negócio ou não.


Caminho 2: Oferecer para 10 empresas de pessoas próximas (triple F) o serviço de contabilidade mais barato e com comunicação 100% online, com processos bem definidos que geram uma maior velocidade na prestação do serviço em comparação com o mercado tradicional.


Perceba que nos dois caminhos não foi necessária a construção de nada complexo para que você pudesse testar sua ideia no mercado. Inclusive, no caminho 2 você poderia inclusive cobrar dos primeiros clientes.


A validação é simplesmente uma pergunta ao mercado “você quer o produto ou serviço que vou oferecer ?”


* Get Out of the Building (Vá para fora da prédio)


Apesar da validação com o “Triple F” ser largamente indicada, é importante dizer que não é seguro manter sua validação exclusivamente neste grupo de pessoas.


O grupo “Triple F” é composto de pessoas próximas e quanto mais próxima a pessoa mais tendencioso será o resultado, por um simples motivo, as pessoas próximas gostam de você e dificilmente irão lhe dar um feedback sincero com medo de lhe magoar.


A sugestão para esse cenário é literalmente “Get out of the Building”, ou seja, vá para rua buscar pessoas que não fazem parte do seu convívio social. Essa captação pode ser feita literalmente na rua ou através de indicações das pessoas que fazem parte do “Triple F”.


Esse novo grupo de pessoas lhe dará um feedback muito mais real e não terá muito pudor de lhe fornecer feedbacks sinceros. Atenção, para isso é preciso aceitar os feedback e saber que não é pessoal. Pegue os feedbacks, avalie os resultados, melhore o processo ou produto e siga em frente.

2 visualizações